COMUNITARISMO E NARRATIVAS LEGITIMADORAS NO CONTEXTO PÓS-ESTADO-NAÇÃO

Em breve na página da ANPUH-RS
http://www.eeh2010.anpuh-rs.org.br/



Mozart Linhares da Silva
UNISC
mozartt@terra.com.br

Resumo

O artigo articula o fenômeno atual do comunitarismo com a globalização procurando estabelecer os nexos dessa relação com a profusão de narrativas identitárias de cunho étnico e comunitário. O cenário que se apresenta a partir dos anos 1970 é entendido como um contexto caracterizado pelo neoliberalismo e avanço da globalização e, nessa direção, a profusão de narrativas identitárias étnicas e comunitaristas apontam não só para as formas de resistência ao mundo global, mas também para a descentração do sujeito moderno. O que se problematiza nesse artigo é a relação entre a construção discursiva dessas “identidades” étnicas e comunitárias e a matriz conservadora que articulou, do ponto de vista formal, as narrativas do nacionalismo do século XIX, sobretudo as norteadas pelo Volksgeist.  

Nenhum comentário: