Livro


Livro: Ciência, raça e racismo na modernidade. Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2009.

 

Quarta-capa:

 

O que torna a ideia de raça tão sedutora? Qual o papel da Ciência no desenvolvimento dessa categoria política? Os seis ensaios reunidos nesta coletânea, a partir de diversas áreas do conhecimento, procuram apresentar algumas possibilidades de respostas para essas questões e mostrar como a ciência forneceu os aportes teóricos para a legitimação de uma categoria, hoje refutada, cujas implicações políticas podem ser traduzidas nas formas do racismo e dos genocídios vivenciados no século XX. Da mesma forma, os ensaios aqui reunidos colocam em "xeque" o status da ciência desinteressada, ingenuamente ou estrategicamente amparada pela neutralidade política e científica, e, a partir de saberes específicos, mas não engessados, recolocam em discussão as questões prementes que permitem pensar o "devir da raça", seu percurso histórico, seu aparato científico, epistemológico e, evidentemente, suas implicações políticas. Escritos de forma simples, mas com rigor acadêmico, convidam o leitor a pensar sobre os dilemas ainda presentes nas sociedades contemporâneas.

 

Sumário

Apresentação

Mozart Linhares da Silva

Ciência, raça e racismo: caminhos da eugenia

Patrícia Lovatto

Evolução humana e engenharia genética: a inexistência de raças no contexto das ciências biológicas modernas

Mauro Gaglietti

O que nos faz humanos: quando a raça e a etnicidade criam um mal-estar paradigmático

Ruth Maria Chittó Gauer

Etnopsiquiatria e Diferença

Marçal de Menezes Paredes
De convergências e dissidências: notas sobre o repertório teórico do final do século XIX


Nenhum comentário: